Menu do Site

Ceará quebra tabu, vence Guarany de Sobral e aumenta vantagem na semi


O Ceará quebrou tabu de mais de oito anos e voltou a vencer o Guarany de Sobral, no Estádio do Junco, por 3 a 2, neste domingo (6). O Vovô conseguiu vantagem mínima para o jogo de volta na Arena Castelão, no próximo domingo (13).
Com gols de Magno Alves, Bill e Felipe Amorim, o Alvinegro de Porangabuçu abriu vantagem maior ainda, podendo perder por 1 a 0 ou 2 a 1 em casa. Derrota pelo mesmo placar do Junco ainda o classifica. Empate também é alvinegro. Guarasol só passa com vitória por dois gols.
No próximo domingo (13), as duas equipes voltam a se enfrentar no jogo de volta das semifinais, na Arena Castelão, às 16 horas. Antes, no mesmo Castelão, o Ceará encara o Sport, na próxima quarta-feira (9), às 22 horas, no segundo jogo da final da Copa do Nordeste. O time pernambucano venceu.
Movimentação e três gols
O torcedor que foi ao Junco foi premiado com uma partida bem movimentada. Dois dois lados, as chances de gol foram bem evidentes. Logo no primeiro minuto, Magno Alves cabeceou e André Zuba foi obrigado a mandar bola para escanteio.
Diante de uma torcida contrária e bem barulhenta, em Sobral, o Vovô tomou a iniciativa em campo e começou a pressionar o Cacique do Vale. No entanto, as finalizações não eram boas. Até que Felipe Amorim fez jogada individual pela esquerda e sofreu pênalti. Magno Alves cobrou de forma precisa.
Mas, a partir daí, a pressão se inverteu de lado e, em três minutos, o Cacique do Vale virou a partida. Primeiro,  após vacilo da zaga alvinegra, Maranhão cabeceou e a bola sobrou na pequena área para Reinaldo empatar. Em seguida, Michel derrubou Maranhão. Marcos Vinicius cobrou, deslocando Luís Carlos. E assim, foi o primeiro tempo.
Jogo pegado
Na volta, o Ceará pressionou. Sérgio Soares sacou Michel, no intervalo, e colocou Assisinho. A mudança rendeu mais criatividade ofensiva ao Vovô. O resultado disso foi que, aos 10 minutos, com maior posse de jogo e levando maior perigo, o Alvinegro empatou em chutaço de Bill de fora da área.
O Guarasol voltou a crescer, mas o Vovô manteve melhor ritmo no Estádio do Junco. Marcos Vinicius teve uma chance perigosa, mas desperdiçou. Para completar o melhor momento na etapa complementar, Amaral lançou Felipe Amorim, que chutou cruzado e virou a partida a favor do Vovô.
Com a virada alvinegra, o clima ficou mais tenso. Zé Augusto cobrou falta perigosíssima e obrigou Luís Carlos a se esticar todo para defender. Com as jogadas mais brigadas, Assisinho acabou dando carrinho em jogador do Guarasol e foi expulso. Depois, ainda houve mais desentendimento em campo. E nesse contexto, o jogo terminou com vantagem alvinegra para o jogo de volta.
G1/ Foto: Welligton Macedo
Divulgue

Poste um comentário:


Desenvolvido Por Agência Digital Pro Code