Menu do Site

Delegado Júnior Vieira sobre as investigações do crime do Jean

O delegado de Polícia Civil Junior Vieira que está a frente das investigações que apura a morte do empresário, Jean Feijó, disse que a Polícia está trabalhando de forma sigilosa para elucidar o crime ocorrido há cerca de oito dias. Em entrevista exclusiva ao Blog Wilson Gomes, Junior Vieira, adiantou que se trata mesmo de um crime de pistolagem e que três homens participaram da execução do empresário, sendo que dois deles tiveram participação direta, enquanto um terceiro elemento permaneceu dentro do veículo, modelo Fox, cor esverdeada. 

Júnior adiantou que várias pessoas, já prestaram depoimento e espera que outras pessoas de forma sigilosa possa ajudar na elucidação do crime. “Pelas imagens colidas no local, registra a chegada do veículo que aguarda pelo empresário que chega logo em seguida. Dois homens encapuzados descem e atiram contra o empresário”, disse o delegado adiantando que a partir daí as investigações segue em sigilo. “Se trata de um crime diferente daqueles que estamos acostumados a trabalhar em que uma pessoa chega e executa a outra, num acerto de contas. Esse do empresário é um crime com característica de ‘encomenda’, ou seja, os matadores foram contratados para atirar na vítima”, adiantou o delegado de Sobral.  
Via Wilson Gomes
Divulgue

Poste um comentário: