Menu do Site

Cem dias para a Copa: veja como estão os 12 estádios

 

A terça-feira de Carnaval marca a contagem de 100 dias para Brasil x Croácia, a abertura da Copa do Mundo de 2014. O estádio que recebe o primeiro jogo, entretanto, não está pronto: a Arena Corinthians sofre com atrasos por conta de acidente ocorrido em novembro de 2013. E quanto às outras arenas?

Das 12 sedes, metade já está pronta há um ano, já que foi usada na Copa das Confederações. Dos seis restantes, três estão em situação tranquila, enquanto a Arena Pantanal, a Arena da Baixada e a Arena Corinthians enfrentam problemas. Confira a seguir o que já foi feito e o que precisa acontecer até o dia 12 de junho de 2014.

Arena da Amazônia
A casa de Manaus para a Copa do Mundo tem sua inauguração marcada para o dia 9 de março, quando receberá a partida entre Nacional-AM e Remo, pelas quartas de final da Copa Verde. Como primeiro teste, vinte mil lugares foram liberados, sendo que sete mil ingressos seguiram para operários das obras do estado.
 

Arena da Baixada
Estádio que mais sofre problemas em sua reta final de obras, a casa do Atlético-PR quase ficou fora da Copa do Mundo, mas, após ultimato da Fifa, foi confirmada no Mundial. Os trabalhos foram acelerados e receberam um aumento de operários. É esperado que receba seu primeiro teste já no fim de março.
  
Arena Corinthians
O polêmico estádio que o Corinthians constrói em Itaquera teve como principal problema o acidente envolvendo um guindaste em novembro de 2013, que resultou na morte de dois operários. O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, já falou que acredita que o estádio de São Paulo só estará pronto a menos de um mês da Copa do Mundo.
 

Arena das Dunas
Foi o primeiro estádio pós-Copa das Confederações a ser inaugurado. A arena de Natal recebeu seu primeiro jogo em 26 de janeiro, o duelo entre América-RN e Confiança-SE, pela Copa do Nordeste. Aos poucos, o estado começa a se integrar ao cotidiano futebolístico do Rio Grande do Norte.  
 

Arena Fonte Nova
Utilizado na Copa das Confederações, o estádio de Salvador vem recebendo jogos do Bahia e foi palco de show do cantor inglês Elton John na última semana. Na Copa do Mundo, a Fonte Nova terá partidas de primeira fase, quartas de final e oitavas.

Arena Pantanal
Um dos três estádios que seguem em obras, a Arena Pantanal receberá Mixto x Santos, pela Copa do Brasil, em 2 de abril. A arena instalou recentemente suas traves e tem alguns detalhes para terminar. O estádio ainda foi alvo de polêmica por conta de incêndio que ocorreu em 2013, já que o Ministério Público de Mato Grosso pediu uma inspeção para verificar se houve danos à estrutura.
  
Arena Pernambuco
Um dos palcos da Copa das Confederações, a Arena Pernambuco se tornou o estádio do Náutico e recebeu partidas de Campeonato Brasileiro, Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano.

Beira-Rio
O segundo estádio pós-Copa das Confederações a ser finalizado, o Beira-Rio foi reinaugurado oficialmente em partida entre o Internacional e o Caxias, que terminou com goleada colorada por 4 a 0. A arena foi motivo de polêmica por conta de obras em seu entorno por conta de quem bancaria os custos.
 Castelão
Dos 12 estádios da Copa do Mundo, o Castelão foi o primeiro a ficar pronto. Palco da Copa das Confederações, o local vem sendo usado pelo Ceará em suas partidas por Série B, Copa do Nordeste e Campeonato Cearense.
  
Maracanã
Palco da final da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, o Maracanã já tem uma história pós-reforma. O estádio já viu o Brasil campeão em final contra a Espanha, recebeu clássicos cariocas e abrigou o título da Copa do Brasil de 2013, conquistada pelo Flamengo em final contra o Atlético-PR.
  
Mineirão
Um dos primeiros estádios a ficar pronto, o Mineirão virou a casa do Cruzeiro, já que o Atlético-MG passou a usar o Independência. A equipe alvinegra, entretanto, venceu a Copa Libertadores de 2013 em final contra o Olimpia disputada na arena da Copa. O Cruzeiro também tem uma conquista construída na arena: o Campeonato Brasileiro da última temporada.
  
Mané Garrincha
Desde que foi inaugurado, o Estádio Nacional Mané Garrincha sofreu com a falta de uso. A arena foi utilizada no Campeonato Brasileiro em jogos de times paulistas e cariocas, mas é subaproveitada no Estadual local.

Fonte: Terra 
Divulgue

Poste um comentário:


Desenvolvido Por Agência Digital Pro Code