Menu do Site

'Suricate Seboso' faz sucesso com expressões cearenses e vira negócio



O que começou como brincadeira garantiu estabilidade financeira e vai possibilitar que o cearense Diego Jovino, de 26 anos, pague uma faculdade particular para estudar publicidade e propaganda. O "Suricate Seboso", página que Diego administra no Facebook, chegou a um milhão de curtidores em menos de um ano de criação e trouxe uma estabilidade financeira para o jovem, que antes ganhava menos de um salário mínimo por mês. O perfil na rede social traz imagens de um suricato ou suricata - animal da África - em várias facetas com expressões tipicamente cearenses e cheias de humor.

Com o sucesso entre conterrâneos e admiradores do "jeito cearense de ser", o Suricate Seboso tornou-se garoto-propaganda de marcas, ultrapassando o virtual e estrelando em campanhas publicitárias na televisão e em outdoors pela capital cearense. Diego Jovino resolveu largar o “bico” de quatro horas que fazia como recepcionista de uma loja de informática para cuidar dos negócios da página. “Percebi que estava crescendo, quando comecei a receber ligações de empresas interessadas em anunciar. Eu vi a possibilidade de crescer com isso”, lembra.
Diego diz que algumas imagens da página, criada em dezembro de 2012, chegaram a ter mais de 50 mil compartilhamentos, e o perfil teve 15 mil "likes" em um só dia.  O criador conta que se inspirou em uma outro página regional na rede, o "Esquilo Lombroso", da Paraíba.
"Resolvi criar o Suricate com as coisas aqui do Ceará. Pesquisei animais regionais, mas não encontrava muitas opções. Quando procurei o suricate, tinham várias formas, ele de todo jeito. Achei mais caricato e ele também tem um jeito mais de ser humano, fica em pé", justifica a escolha de um suricate falar "cearensês". O seboso, segundo Jovino, veio da mania do cearense de chamar por alguém "frescando", fazendo brincadeiras.


'Uri cumpadi'
Com o primeiro retorno vindo com a página, além de largar o emprego, o jovem que mora com os avós desde a infância instalou internet na casa onde mora, no bairro Parque Água Fria e se dedico à página. Para produzir o conteúdo, Diego admite que as expressões e referências nas postagens fazem parte do que o cearense viveu e presenciou com  amigos e parentes.
“Faz tanto sucesso porque antes não havia algo que o pessoal (cearenses) se identificasse. O que se via eram expressões de fora. O Suricate traz o jeito do cearense falar, as coisas que vivemos, a realidades das escolas. O pessoal tem orgulho do nosso jeito. Eu não via isso muito na internet”, explica.  Diego também afirma que vê o jeito Suricate Seboso na "boca" dos cearenses. Entre as expressões popularizadas com o perfil, estão “armaria nam”, que vem do “ave, Maria” para demonstrar negação, e “uri cumpadi”, uma exclamação que indica espanto.
A forma de escrever das postagens é como é dita nas ruas. “A gente escreve do jeito que fala propositalmente. A ideia é escrever o jeito que a gente fala”, diz. Além das memórias, Diego Jovino conta com a contribuição dos internautas que enviam diariamente sugestões de postagens. Por dia, ele recebe mais de 100 mensagens com situações e expressões vistas no Ceará.
Em nove meses de criação, o número de postagens da página já passou de 2.400. Atualmente, Diego, que continua o único administrador da página, tem uma média de sete postagens por dia, de domingo a domingo.
O “Suricate Seboso” não ficou neutro em polêmicas da cidade, como a construção dos viadutos na àrea do Parque do Cocó, e chegou a receber notas de resposta da Prefeitura de Fortaleza e do Governo do Estado. “O Suricate é um cidadão de Fortaleza, ele vivencia as coisas da cidade. A questão da natureza é muito importante. Eu estou mentindo? Não estou, mas tento não ser tão direto”.
Para ajudar nos negócios, Diego Jovino  fez uma parceria com uma empresa especializada em marketing digital, que gerencia os contratos da página. Com o sucesso, o Suricate Seboso ganhou páginas em outras redes sociais, como Youtube, Instagram e Twitter. Neste último, ele é um dos mais influentes de Fortaleza, segundo sites especializados no assunto.
O próximo passo do Suricate Seboso é abrir uma loja física, com camisas, canecas, chaveiros e outros produtos licenciados. Mesmo saindo da rede, o criador do suricate que conquistou o mercado regional não esquece o compromisso com os curtidores dele. “A ideia é continuar com o trabalho do suricate, criando novas possibilidades para galera, com humor cearense e o nosso jeito de fazer 'enxame', de brincar”, afirma.
Divulgue

Poste um comentário: