Menu do Site

Leônidas Cristino deixa Secretaria Especial de Portos

O ministro-chefe da Secretaria Especial dos Portos da Presidência da República, Leônidas Cristino, deixou hoje (3) o cargo após conversar com a presidenta Dilma Rousseff. A saída de Cristino já era esperada após o anúncio de que o PSB entregaria todos os cargos no governo. De acordo com a Presidência, a secretaria será ocupada interinamente pelo economista Antonio Henrique Pinheiro Silveira, atual secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda.

Segundo nota oficial divulgada no inicio da noite desta quarta-feira (3), a presidenta Dilma lamentou a saída do ministro, que prestou competente contribuição ao governo e ao país. “Leônidas Cristino foi fundamental na elaboração e aprovação do histórico marco regulatório dos portos, a mais importante reforma logística do país nos últimos tempos”, diz a nota, ressaltando que a nova Lei dos Portos trouxe ao setor competitividade, segurança jurídica e capacidade para atrair mais investimentos para atender à demanda crescente do país.

DETALHES

- Durante a reunião, a presidente Dilma Rousseff chegou a pedir para que o ministro cearense desconsiderasse sua decisão e permanecesse no Governo até o final do ano. Leônidas, já determinado, ponderou com a presidente de que sua missão já estava concluída com a aprovação da MP dos Portos, o Marco Regulatório do Sistema Portuário Nacional, e que era hora de encontrar outra forma de continuar contribuindo com o desenvolvimento do país.

- Com Leônidas sai apenas seu chefe de gabinete, José Carlos Magalhães Martins. Todos os demais membros da equipe ficarão a disposição no novo ministro Henrique Silveira.
Divulgue

Poste um comentário: