Menu do Site

Educação em Sobral terá internet como aliada nas aulas de matemática

A capacitação aconteceu no Centro de Convenções

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Educação, firmou parceria com a Fundação Lemann para a implantação do Projeto Khan Academy na Escola, no qual os alunos terão 3 aulas de matemática por semana, através de vídeoaulas, no laboratório, com o uso de netbooks.

O Prefeito Veveu, já havia divulgado a parceria da Prefeitura de Sobral com a Fundação Lemann, aos ouvintes do programa Café com o Prefeito Veveu, que foi ao ar no dia 15  de julho. O Prefeito falou dos investimentos na área da Educação no Município.

A Khan Academy é uma organização americana educacional, sem fins lucrativos, criada em 2008, com o objetivo de oferecer educação de alto nível para qualquer pessoa em qualquer lugar, por meio de vídeoaulas e plataforma de exercícios online. Todo conteúdo é aberto e gratuito.

A Fundação Lemann, organização sem fins lucrativos, criada com o objetivo de melhorar a educação pública no País, trouxe a proposta para o Brasil, com vídeos traduzidos para o português, levando a ferramenta de exercícios para as escolas públicas. Atualmente há mais de 600 aulas em português, Matemática, Biologia, Química e Física, disponíveis no site da Instituição e outros 400 vídeos.

Em Sobral, diretores de escolas, professores de matemática, coordenadores pedagógicos e orientadores de planejamento, participaram de dois dias de capacitação (5 e 6 de agosto), com uma equipe da Fundação Lemann, para o aprendizado no uso da ferramenta. Com o sistema, os professores poderão acompanhar, em tempo real, o percentual de acertos dos estudantes.

A capacitação teve a participação de 186 pessoas de 14 escolas da sede de Sobral. A Prefeitura está melhorando o sistema de informática dessas primeiras escolas, disponibilizando 10mb de internet, para o maior aproveitamento possível das aulas nos laboratórios. O Currículo terá duas horas e meia de aulas com a plataforma, prevista para ser implantada, já neste mês de agosto, e outras duas horas e meia de aulas convencionais. A expectativa é beneficiar 7.572 alunos que cursam o 3º, 4º e 5º anos na sede e distritos de Sobral.

Desde 2012, as escolas públicas brasileiras usam a plataforma de exercícios, similar à disponível na Khan Academy em inglês. Hoje mais de 10 mil alunos de 3º, 4º e 5º anos dos estados de São Paulo, Paraná e Ceará participam do projeto Khan Academy nas Escolas.

O objetivo é contribuir para a melhoria do desempenho dos alunos em matemática e experimentar a metodologia em sala de aula, com a formação e a contribuição dos professores. Na ferramenta, cada aluno avança no seu próprio ritmo, assistindo aos vídeos e fazendo os exercícios correspondentes.

Já os professores monitoram a aprendizagem de cada estudante em tempo real. Isso permite um planejamento de aulas personalizado, considerando as dificuldades e as demandas individuais. Assim, os professores podem intervir com aqueles que apresentam mais dificuldade ou estimular quem já pode avançar para o próximo assunto.
Divulgue

Poste um comentário: