Menu do Site

A morte do empresário Hélio esta desvendada



Tiafra vulgo Bil atirou na vítima
 
DELEGADO PEDE PREVENTIVA DOS ACUSADOS 
A Delegacia Regional de Policia Civil de Sobral sob o comando do delegado Herbet Silva juntamente com o comandante da policia militar Cel Gilvandro Oliveira, avançam nas investigações e o assassinato do empresário, Antônio Hélio de Carvalho, já este totalmente elucidado.
O empresário foi morto na noite de terça feira 13.08.  quando chegava a sua residência quando foi abordado por um homem e uma mulher que dispararam vários tiros na cabeça da vitima.

De acordo com informações da policia tudo foi esclarecido após a prisão do bandido, Francisco Angelino de Sousa Junior, conhecido por Paulista, o qual no primeiro momento negou seu envolvimento no crime, más a policia de posse provas testemunhais e com ajuda das câmeras não tinha nenhum duvida que ele realmente estivesse envolvido, no entanto a policia deu continuidade nas investigações e o acusado resolveu abrir o jogo, relatando tudo nos mínimos detalhes de como aconteceu a ação criminosa, inclusive citando o nome do elemento que entrou na casa e efetuou os disparos que vitimou fatalmente o empresário Sobralense, o depoimento de Paulista foi feito na presença do promotor de Justiça Dr. Irapuã,  e do delegado regional de Sobral Dr. Herbert.  Diante dos relatos de Paulista,  o delegado pediu a prisão preventiva de todos os envolvidos no crime.

De acordo com as investigações, a ação criminosa foi praticada por seis elementos e havia apenas dois veículos na cena do crime no caso um veículo fox e a motocicleta biz de cor vermelha que foi deixada no local pelos bandidos. O homem acusado de atirar no empresário, foi apontado como sendo, Francisco Tiafra de Sousa, 26 anos, de alcunha Bil natural de Sobral, residente no Bairro do Junco, a policia apurou ainda que o mesmo trabalhava de pintor e também estava sendo investigado sobre os assaltos contra postos de gasolina.

No depoimento de Paulista ele declinou que os integrantes tomaram conhecimento que dentro da residência havia um milhão e meio de reais, o que motivou a ação delituosa. Paulista afirmou ainda em seu depoimento a participação de uma mulher loira relatando o nome, mas para não atrapalhar as investigações vamos manter em sigilo, ainda na versão do declarante ele disse que Tiafra atirou porque no momento da abordagem a vitima tentou reagir sacando uma arma de fogo.
A reportagem policial foi informada ainda que o Tiafra, depois do crime teria ido á um posto de combustível onde havia trabalhado, relatando que havia feito uma besteira e pediu para acessar a internet para saber se a vitima tinha entrado em óbito. O delegado aguardar a decisão do poder judiciário sobre o pedido de prisão preventiva para prender o restante da quadrilha. 

Na ação da quadrilha o que chamou atenção das autoridades que investigam o caso foi o fato da mulher entrar na casa portando um revolver e que durante a fuga deixou a arma cair, inclusive a arma foi apreendida pelo Dr. Junior delegado municipal que também colaborou em desvendar o caso que parecia mistério. 
Para a policia o crime estar totalmente elucidado e qualquer momento a loira e os outros envolvidos serão presos. 
Fonte: Portal na Mira da Polícia
Divulgue

Poste um comentário: