Menu do Site

Em primeiro discurso no Brasil, Papa Francisco declara 'abraçar a inteira nação brasileira'



Após desfile pelas ruas do Rio de Janeiro, o papa Francisco participou, na noite desta segunda-feira (22), ao lado da presidente Dilma Rousseff, da cerimônia de boas-vindas, no Palácio Guanabara. Em seu primeiro discurso no Brasil, o pontífice pediu licença para entrar na vida dos fiéis para alimentar a chama do amor fraterno. "Aprendi que para ter acesso ao Povo Brasileiro, é preciso ingressar pelo portal do seu imenso coração; por isso permitam-me que nesta hora eu possa bater delicadamente esta porta. Peço licença para entrar e transcorrer esta semana com vocês. Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo! Venho em seu Nome, para alimentar a chama de amor fraterno que arde em cada coração; e desejo que chegue a todos e a cada um a minha saudação: 'A paz de Cristo esteja com vocês!' 
Antes da cerimônia, papa desfilou de papamóvel pelas ruas do centro do Rio FOTO: Reuters
Papa Fransico também declarou que ninguém deveria se sentir excluído por seu afeto, pois abraçaria a inteira nação brasileira. "Nesta hora, os braços do Papa se alargam para abraçar a inteira nação brasileira, na sua complexa riqueza humana, cultural e religiosa. Desde a Amazônia até os pampas, dos sertões até o Pantanal, dos vilarejos até as metrópoles, ninguém se sinta excluído do afeto do Papa. Depois de amanhã, se Deus quiser, tenho em mente,recordar-lhes todos a Nossa Senhora Aparecida, invocando sua proteção materna sobre seus lares e famílias. Desde já a todos abençoo. Obrigado pelo acolhimento."

Papa Francisco desfila de papamóvel pelas ruas do centro do Rio
O papa Francisco percorreu as ruas do centro da capital fluminense. Ele recebeu o aceno de milhares de pessoas que se concentram nas calçadas. O papa chegou à sede do governo fluminense, Francisco seguiu para o 3º Comando Aéreo, onde embarcou em um helicóptero até o campo do Fluminense, que fica ao lado do Palácio Guanabara.

Na sede do governo, o papa foi recebido pelo governador Sérgio Cabral e pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes. Ainda no palácio, Francisco se encontrou com a presidenta Dilma Rousseff.
Fonte: DN

Divulgue

Poste um comentário:


Desenvolvido Por Agência Digital Pro Code