Arquivo do blog

Menu do Site

Inep: Mais de meio milhão de pessoas zeraram a redação do Enem 2014


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, em entrevista coletiva nesta terça-feira (13), as notas máximas e mínimas do Enem e o número de redações que foram zeradas e que tiraram nota máxima. As notas individuais serão divulgadas ainda hoje, até o fim do dia.
De acordo com o presidente do Inep, Francisco Soares, e com o ministro da Educação, Cid Gomes, 6.193.565 candidatos prestaram o exame, cerca de 71% do total de inscritos. Das redações corrigidas, 529.374 foram zeradas, número cerca de cinco vezes maior do que o total do ano passado, em que 106.742 receberam nota zero.
Neste ano, ainda, o número de redações que receberam nota 1000 foi 250, em relação a 481 no ano anterior. A média das notas da redação caiu 9,7%. De acordo com o ministro Cid Gomes, uma possibilidade de explicação para essa queda é que o tema de 2014, publicidade infantil, não foi tão debatido publicamente quanto o de 2013, lei seca.
Veja as notas máximas e mínimas das quatro provas objetivas do Enem:

Em relação aos candidatos que fizeram o Enem como certificação de conclusão do ensino médio, o Inep informou que 67.254 candidatos obtiveram nota suficiente.
Sisu e ProUni
As notas do Enem podem ser usadas para inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e no Programa Universidade para Todos (ProUni), desde que o candidato não tenha zerado a redação.
Para o ProUni, o aluno também deve ter tirado no mínimo 450 pontos de média, não ter ensino superior, comprovar renda de até três salários mínimos e ter cursado o ensino médio em escola pública, ou como bolsista integral em escola particular.
A primeira edição de 2015 dos dois programas começará ainda em janeiro. As inscrições para o Sisu estarão abertas na próxima segunda-feira (19), e as do ProUni, no dia 26 de janeiro.


Share

Poste um comentário: