Arquivo do blog

Menu do Site

NOTA DE FALECIMENTO - Dr. Pessoa

Aos 85 anos, Dr. Pessoa fez a sua passagem na madrugada desta segunda-feira, 30 de junho, em Fortaleza. 

"Proteja os simples, eles respondem com o amor" (Dr. Pessoa)

A Medicina cearense está órfã. Sim, como disse Getúlio, hoje, um dos nossos maiores ícones saiu da vida e entrou para a História. O Dr. Pessoa foi um dos maiores símbolos de uma era: a era de uma Medicina romântica, humanizada, altamente científica, mas não por isso menos fraterna e caridosa - enfim, à moda antiga - e ao mesmo tempo mais atual do que nunca.






DR. PESSOA
Sobral, pequena cidade à margem esquerda do Rio Acaraú. Dia 22 de setembro de 1929. Nascia um dos ícones da Medicina cearense: O Prof. João Barbosa Pires de Paula Pessoa. Filho do comerciante José Barbosa de Paula Pessoa e Jandira Pires de Paula Pessoa.
No inicio da década de 50, pegou um ita do norte e foi pro Rio morar. Brilhou na Universidade do Brasil onde concluiu o Curso de Medicina.
Retorna ao Ceará. Pelas mãos do Prof. Alber Vasconcelos conhece a sua maior e mais escancarada paixão: A Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. Torna-se um dos mais queridos e respeitados Mestres. Hoje é Professor Emérito daquela Casa.
Cria um método de ensino e aprendizado perfeito: o aprender fazendo. O discípulo à beira do leito. ouvindo, examinando, confeccionando diagnósticos, sempre de maneira prática e obejetiva, sob sua sua supervisão atenta.
Capaz de consumir livros e artigos da literatura médica com enorme rapidez. Ainda hoje é um dos mais atualizados gastroenterologistas cearenses servindo como fonte de consulta para os mais jovens .
Introdutor no Ceará de procedimentos como a biópsia hepática por agulha, a colangiografia percutânea, a paracentese abdominal em zig-zag e a punção de tumores abdominais com agulha fina, conseguiu disseminar a cultura do fazer bem feito gastando-se o minimo necessário.
Criador do Instituto de Clínicas, na Avenida do Imperador 1190. Junto com luminares como Paulo Marcelo Martins Rodrigues, Régis Jucá, Glaura Férrer, Humberto Rebouças, Djacir Pinto e outros, revoluciona a medicina privada no estado do Ceará.
Hoje, cruzou de volta a ponte do Rio Acaraú. Retornou a Sobral. Mistura-se a seu povo, principalmente ao mais humilde. Cerca-se de jovens discípulos: ensina, trabalha, aprende e não para, não para, não para...
Dr. Pessoa ensinou tudo aos seus alunos, inclusive o pulo do gato que alguns recusam a ensinar. Ensinou-nos como ouvir o doente, como entender seu sofrimento e respeitá-lo. Ensinou-nos a linguagem do corpo enfermo. Ensinou-nos que a história, o exame e a observação clínica são mais importantes que a mais moderna tecnologia. Ensinou-nos que a Medicina não é fonte de riqueza e promoção pessoal, mas, sim um meio de servir à sociedade. Ensinar, ensinar para transformar, essa foi sua sina ao longo da vida. Tornar os seus discípulos cada vez melhores, verdadeiros médicos de homens e almas.
A Medicina cearense rende homenagens a um pequeno deus de mais de 80 anos, cabelos brancos e visão larga. Não é um deus que se acomoda em um pedestal inatingível, mas àquele que de pés descalços, caminha entre nós, pobres e ricos, pretos e brancos, mestres e discípulos, nos ensinando um só caminho: O caminho do bem .

Dr. Sérgio Pessoa
Chefe do Serviço de Gastroenterologia do Hospital Geral de Fortaleza

Via Blog Encontro com a Saúde de Sobral
Share

Poste um comentário: