Arquivo do blog

Menu do Site

SAÚDE: Rombo na Santa Casa de Misericórdia de Sobral já ultrapassa os R$ 37 milhões


“Eles estão desfilando de hylux, bebendo uísque como se tivesse ganhado na mega-sena”. Frase dita pelo ex-superintendente da Santa Casa de Misericórdia de Sobral Ivá Monteiro, durante participação em audiência pública realizada na Câmara de Sobral, para definir a qualidade de vida vivida pelo ex-diretores do maior hospital filantrópico da região Norte do Estado. O ex-superintendente da Santa Casa aponta o dedo para pelos menos ex-cinco diretores da instituição que segundo o denunciante enriqueceram de forma ilícita, com dinheiro desviado da saúde de Sobral.

 A audiência para tentar explicar a situação financeira do hospital foi realizada na noite desta terça-feira na Câmara de Sobral, e contou com a presença do bispo diocesano Dom Odelir Magri, do padre Júnior, doutor Cristiano, entre outras autoridades convidadas. Os valores informados pelas pessoas interrogadas apontam para um valor a cima de R$ 30 milhões, mais os valores reais apurado pelo Blog Wilson Gomes já ultrapassa os R$ 37 milhões.

Durante a reunião, o principal personagem das denúncias Ivá Monteiro, não quis declinar nomes. “Não tenho imunidade, mas caso algum vereador queira dizer, os nomes estão aqui, fiquem a vontade”. Disse Ivá Monteiro. Para o bispo diocesano Dom Odelir Magri, a reunião foi muito importante, pois foi uma oportunidade de explicar a população como anda a situação da Santa Casa. “Apesar de não ainda estarmos com o relatório da auditória pronto, foi muita proveitoso esse encontro, pois serviu para esclarecer a população a real situação da Santa Casa de Misericórdia”, disse Odelir.


Um segundo capitulo dessas denúncias poderá surgir em breve. Os participantes da Mesa, que representavam a Diocese da Cidade colocaram em dúvida o relatório apresentado a imprensa pelo ex-provedor da Santa Casa, padre Zé Linhares. A nota divulgada recentemente pela imprensa inocenta  perante a Justiça o reverendo de todas as acusações que existiam contra ele quando diretor do hospital filantrópico da região.

( Via Wilson Gomes )
Share

Poste um comentário: