Arquivo do blog

Menu do Site

Guarany bate o Barbalha no primeiro duelo da final da Taça Fares Lopes

Poderia ter sido melhor, mas o Guarany de Sobral segue ainda invicto na Taça Fares Lopes. Na noite desta terça-feira, o Cacique do Vale venceu o Barbalha por 2 a 1, no Estádio do Junco, na primeira partida da final da competição. A vantagem de 2 a 0 para os donos da casa permaneceu até os 48 minutos do segundo tempo, quando Regineudo marcou o gol do Barbalha, renovando a esperança para o duelo no Inaldão, no próximo sábado (9).
Com o resultado, o Cacique do Vale precisa apenas de um empate para ser campeão, enquanto que o Barbalha deve vencer para levar a taça em casa. Quem ficar com o título da Taça Fares Lopes conquista também vaga na Copa do Brasil do próximo ano. O Cacique do Vale já está garantido na Copa do Nordeste de 2014.
Guarany de Sobral vence Barbalha no Junco (Foto: Wellington Macêdo)

Vantagem do Cacique
O Guarany não queria perder a invencibilidade justamente fazendo a primeira partida da decisão em casa. Por isso, no Junco, a equipe de Argeu dos Santos chegou com ímpeto logo no primeiro minuto, mas Marcos Paulo afastou. Aos nove, em jogada iniciada com Júnior Cearense e após passe de Márcio Tarrafas, Fernando Sobral colocou o Guarany em vantagem. O segundo gol dos donos da casa veio com Danilo Pitbull, sete minutos depois, após o jogador aproveitar cruzamento de Tiago Granja.
O Barbalha deu sinais de recuperação em seguida. Leílson aproveitou o contra-ataque e chutou, Eliardo espalmou, mas Juranílson não conseguiu completar com sucesso. Depois, foi Serginho quem tentou deixar o dele em cobrança de falta, mas a bola acabou subindo demais. Aos 45, Júnior Cearense mandou muito perto do gol de Victor e quase faz o terceiro.
Treinador expulso e gol no fim
Enquanto Danilo Pitbull alertou para a necessidade de o Guarany ter mais tranquilidade no segundo tempo, o Barbalha apostou nas mudanças: Lamar e Edson Cariús foram a campo e Josivan e Leison saíram. O visitante chegou com perigo em chute de Janeudo e quase diminuiu aos cinco minutos. Juranílson também aproveitou falha da zaga do Cacique do Vale, aos 12, mas não conseguiu marcar.
O jogo, então, seguiu equilibrado. Aos 34, Leandro arriscou um chutaço, defendido por Eliardo. Depois, foi a vez de Zé Augusto também encher o pé e errar o alvo. Argeu dos Santos apenas orientava os jogadores a segurarem o placar. O técnico Washington Luis, do Barbalha, acabou expulso por reclamação. E Eliardo fez belas defesas nos minutos finais, mas foi vencido aos 48, quando Regineudo diminuiu o placar no Estádio do Junco e renovou a esperança no título pelo lado do Barbalha.
Guarany de Sobral vence Barbalha no Junco (Foto: Wellington Macêdo)
Falta de Ingressos
Faltou ingressos e mais de 3 mil torcedores só conseguiram entrar no estádio do Junco minutos após o jogo já está rolando em campo. Cerca de 200 pessoas ainda estavam tentando comprar ingressos na bilheteria já no início do segundo tempo. Torcedores revoltados voltaram para casa com esposas e filhos decepcionados com a desorganização, que segundo a direção do Guarany de Sobral, foi de responsabilidade da Federação Cearense de Futebol.

Fonte: G1
Fotos: W.Macedo









Share

Poste um comentário: