Arquivo do blog

Menu do Site

Barbalha vence Guarany, leva título da Fares Lopes e está na Copa do Brasil


Com garra e pressão até o fim. Comemoração de gol tão explosiva que rende expulsão. Torcida agoniada, confusão no gramado e invasão para festa após o apito final. Com enredo emocionante, o Barbalha venceu o Guarany de Sobral por 2 a 1 neste sábado, no Inaldão, e ficou com o título da Taça Fares Lopes de 2013. Mais que isso. Está garantido na Copa do Brasil do próximo ano, graças aos gols marcados por Edson Cariús e Neilson, junto a Ceará e Horizonte. De forma inédita, Raposa do Cariri vai disputar a competição nacional.
- Esse grupo está de parabéns! É vencedor - bradou o goleiro Vitor após a conquista.
No próximo sábado, o Barbalha ainda pode comemorar mais uma vez. A equipe vai disputar o título da terceira divisão do Campeonato Cearense diante do América, às 19 horas (horário de Fortaleza), no Estádio Presidente Vargas.
Pressão, mas nada de gol
Precisando da vitória e empurrado pela torcida, o Barbalha ditou o ritmo do jogo logo no início. Juranílson, aos oito minutos, tentou de cabeça e exigiu boa defesa de Eliardo. No caminho da equipe da casa, porém, havia Márcio Tarrafas. Com ele, o Guarany de Sobral teve as melhores oportunidades da etapa inicial. Aos 28, o jogador do Cacique carregou a bola e chutou de fora da área, assustando Vitor.
Depois de fazer boa jogada, Leilson também arriscou aos 38, mas por cima do gol de Eliardo. Sem balançar as redes, os jogadores das duas equipes foram para o intervalo lamentando. Leilson pediu mais tranquilidade e mais 'pegada' ao Barbalha. Danilo Pitbull lembrou da dificuldade da decisão fora de casa, da vantagem do empate e criticou o gramado do Inaldão. 
Aflição, confusão e festa em casa no fim
Se a equipe da casa não conseguiu transformar a pressão em gols no primeiro tempo, voltou dos vestiários determinada a fazer diferente. E não demorou a largar na frente. Aos três minutos, após cruzamento de Leilson, Édson Cariús aproveitou rebote e desentalou o grito de gol no Inaldão. O segundo dos donos da casa veio seis minutos depois. Leilson mostrou oportunismo e, em jogada confusa, a bola acabou encobrindo Eliardo e parou no fundo das redes. Na comemoração, o jogador do Barbalha acabou exagerando, na opinião da arbitragem, recebeu cartão amarelo e terminou expulso, já que havia sido advertido antes.
Ao Guarany, coube mudar de postura e ir para cima do adversário. Márcio Tarrafas chegou a mandar para o fundo das redes de cabeça, mas a arbitragem marcou impedimento. Aos 24, não teve perdão. Anderson Rosa venceu a zaga do Barbalha e fez para o Cacique. A partida, então, ficou nervosa. O goleiro Vitor foi obrigado a trabalhar mais. Aos 37, Anderson Rosa subiu mais alto de novo e o goleiro salvou. Depois, André Cassaco arriscou de longe e acertou o travessão dos donos da casa.
Os cinco minutos de acréscimo renderam cartões amarelos e até expulsão de Vitor Cearense por jogar a bola no banco do Barbalha. O clima, então, esquentou. Jogadores das duas equipes protagonizaram uma confusão. Mas a equipe da casa segurou o resultado, conquistou o titulo da Taça Fares Lopes e está na Copa do Brasil de 2014.
Share

Poste um comentário: