Arquivo do blog

Menu do Site

Baidu chega ao Brasil com aplicativos e a promessa de trazer o seu buscador

A chinesa Baidu reuniu a imprensa nesta terça-feira, em São Paulo, para oficializar o início de suas operações no Brasil. A empresa possui escritório no país desde o ano passado, mas somente agora é que está lançando seus primeiros produtos adaptados para o nosso mercado. No entanto, o principal deles, o buscador que leva o nome da empresa, demorará um pouco mais para estrear.
Baidu - evento
Sim, os chineses querem quebrar a hegemonia do Google no Brasil. Para Yan Di, diretor-geral da Baidu (último da direita na foto acima), há algo de errado por aqui para que a companhia de Mountain View concentre 91% das buscas no país enquanto que, globalmente, a sua média é de 70%.
Yan Di, um executivo chinês que conversa satisfatoriamente em português, fala com a propriedade de quem representa o segundo maior buscador do mundo. Está certo que este feito só foi possível porque o Baidu é popular justamente no gigantesco mercado chinês, mas a empresa acredita ter potencial para expandir seus negócios para outros países, sendo o Brasil peça-chave neste plano.
Só que a estreia em terras tupiniquins é um tanto quanto estranha. A empresa está trazendo o Hao123, uma espécie de diretório de sites para usuários que estão começando a usar a internet agora (a versão brasileira já existe há algum tempo, na verdade, mas agora é oficial) e alguns aplicativos para Windows: o Baidu Antivirus, o PC Faster (para “limpeza” do sistema operacional) e o Spark Browser.
Este último é o que chama mais atenção. Trata-se de um navegador baseado no WebKit capaz de executar torrents (na versão beta), baixar vídeos de streaming (sim, como o YouTube), receber comandos por gestos e de fazer capturas de tela sem necessidade de plugins.
Spark Browser
Há também aplicativos para Android, como o Du Battery, para reduzir o consumo de energia pelo aparelho, e o Du Speed Booster, que promete otimizar o desempenho do dispositivo. Embora a Baidu também tenha apps para outras plataformas, como o iOS, o foco no Brasil está no sistema do Google por causa da sua maior popularidade.
No evento, a empresa justificou a aposta nestes aplicativos e a gratuidade de todos eles dizendo que, na fase inicial, a ideia é utilizá-los para conhecer melhor os hábitos dos usuários brasileiros. Exatamente como? Não disseram, mas dá para imaginar…
Mas o que interessa mesmo é o buscador, cuja versão em português, de codinome “Alladin”, já está em testes, segundo os executivos da Baidu, e poderá inclusive contar com servidores no Brasil. Em um vídeo de aproximadamente quinze segundos, foi possível ver que, entre os seus recursos, estará a possibilidade de executar vídeos ou jogos sem sair das páginas de resultados.
Quando o serviço chega? Não souberam/quiseram informar, mas pelo bem da concorrência, a gente espera que logo.
Share

Poste um comentário: