Arquivo do blog

Menu do Site

Alemão é transferido para CE em operação sigilosa

Antônio Jucivan dos Santos, o Alemão, apontado como líder do furto ao Banco Central no Ceará, está de volta ao Estado. Alemão estava cumprindo pena na penitenciária federal de segurança máxima de Rondônia e foi novamente transferido em uma operação sigilosa da Polícia Federal. A transferência foi determinada pela juíza federal Juliana Maria da Paixão. 
A Secretaria de Justiça do Ceará solicitou a permanência do detento em Rondônia por mais um ano, pois não há penitenciária de segurança máxima no estado. Mas o pedido foi negado. 

Depois da condenação a 49 anos de prisão em 2008, Alemão passou por diversas penitenciarias, sendo transferido para Rondônia em 2012, quando teve a pena reduzida para 35 anos.

O maior roubo a banco do País ocorreu entre os dias 6 e 7 de agosto de 2005, na sede do Banco Central, no Centro de Fortaleza. Os ladrões alugaram uma casa a 78 metros da sede do BC e chegaram ao cofre por meio de um túnel com cerca de 4 metros.

Segundo estimativa da Polícia Federal, R$ 164 milhões foram roubados. Até hoje, foram recuperados cerca de R$ 50 milhões, sendo R$ 30 milhões em bens. A primeira parte do montante foi recuperada 50 dias após o furto, na casa onde morava um dos suspeitos. Ainda em 2005, R$ 418 mil foram encontrados em uma casa em Natal. 
A investigação culminou na prisão de mais de 120 pessoas, das quais 37 tiveram envolvimento direto com o crime. Foi preso também o ex-prefeito de Boa Viagem Antonio Argeu, acusado de financiar R$ 100 mil para a execução do roubo.
Fonte: CNEWS
Share

Poste um comentário: