Arquivo do blog

Menu do Site

Fifa anuncia preços dos ingressos da Copa de 2014: de R$ 30 a R$ 1.980


A Fifa divulgou oficialmente nesta sexta-feira, em São Paulo, os preços dos ingressos da Copa do Mundo de 2014: o individual mais barato será de R$ 30 (meia-entrada da categoria 4 para jogos da fase de grupo, sem contar a abertura), enquanto o mais caro é o da categoria 1 para a final, por R$ 1.980. Os valores são os mesmos da tabela divulgada por "erro técnico" pela entidade na quinta (assista no vídeo ao lado, ao vivo, a coletiva da Fifa sobre os ingressos).
- Isso nunca aconteceu antes, de ter um ingresso tão barato. De 2002 até hoje nunca tivemos um nível de preço. Esses preços são extremamente competitivos. Temos aqui uma faixa bem grande, bem ampla de preços - disse o diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, referindo-se à meia-entrada de R$ 30, um pouco menor que o valor mais baixo de 2010, na África do Sul, que era de 140 rands, ou R$ 31 (na cotação atual).
A venda começa às 7h (de Brasília) no dia 20 de agosto, pelo site oficial da Fifa (www.fifa.com). Porém, os torcedores só terão conhecimento da tabela completa em 6 de dezembro, quando a entidade realizará o sorteio dos grupos em um evento na Costa do Sauípe, na Bahia. Assim, inicialmente será possível comprar sabendo quais são os jogos do Brasil (sem o rival definido) e de acordo com a sede desejada (veja no fim da página o manual de informações completo da Fifa sobre os ingressos).
A Copa será realizada no Rio de Janeiro (Maracanã), Manaus (Arena da Amazônia), Cuiabá (Arena Pantanal), Fortaleza (Castelão), Natal (Arena das Dunas), Recife (Arena Pernambuco), Salvador (Fonte Nova), Brasília (Mané Garrincha), Belo Horizonte (Mineirão), São Paulo (Arena Corinthians), Curitiba (Arena da Baixada) e Porto Alegre (Beira-Rio).
Tabela de preços dos ingressos da Copa do Mundo de 2014 (Foto: GLOBOESPORTE.COM)
A primeira fase de vendas será realizada entre 20 de agosto e 10 de outubro deste ano, quando os torcedores poderão se cadastrar no site oficial da Fifa para o sorteio. "Nesse período não terá importância a data de solicitação dos ingressos, pois todos os pedidos serão reunidos e processados conjuntamente ao final desta etapa. Se o número de solicitações recebidas por jogo e categoria exceder a quantidade de ingressos disponíveis, será feito um sorteio para determinar os solicitantes contemplados para os respectivos jogos ou categorias", disse a entidade em um comunicado.
Entre 5 e 28 de novembro, o processo será reaberto para compra direta. A segunda fase do processo começa dia 8 de dezembro e termina em 30 de janeiro. Em seguida, reabrirá entre os dias 26 de fevereiro e 1º de abril. A última fase, chamada pela Fifa de "último minuto", inicia em 15 de abril.
Weil e o representante do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, deixaram claro que a o sistema de distribuição dos ingressos deverá ser melhorado, em relação à Copa das Confederações. Depois de muita reclamação de torcedores, Fernandes também defendeu uma maior transparência na divulgação da localização de cada ingresso comprado. Por exemplo: apesar de terem comprado a categoria mais cara, algumas pessoas criticaram a posição da cadeira no estádio. A ideia é que o início da retirada dos bilhetes seja em 15 de abril.
Coletiva Copa do Mundo (Foto: Marcos Ribolli)
A categoria 4, destinada apenas a brasileiros, foi criada pela Lei Geral da Copa para a reserva de ingressos a preços populares. De acordo com a lei, deverão haver, pelo menos, 300 mil entradas desta categoria para a Copa. Segundo a Fifa, serão 500 mil destinados exclusivamente para brasileiros, sendo que 50 mil para atividades sociais e mais 50 mil para operários que trabalharam nos estádios.
A lei ainda determina que em todas as fases de venda, estes igressos sejam vendidos com desconto de 50% (meia-entrada) para as pessoas brasileiras que moram no país e são estudantes, idosos (acima de 60 anos) ou participantes do programa Bolsa Família. Idosos terão descontos de 50% também nas outras categorias.
Segundo a Fifa, os primeiros 300 mil ingressos da categoria 4 no sorteio da primeira fase de vendas serão oferecidos prioritariamente a pessoas com mais de 60 anos, estudantes e beneficiários do Bolsa Família. "Pelo menos 1% do total de ingressos adquiríveis será destinado a pessoas com deficiência. Foi estabelecido que esses ingressos terão o mesmo preço da categoria 3. As pessoas com deficiência terão também a opção de solicitar um ingresso gratuito para um acompanhante", completou o comunicado da entidade.
A capacidade total de lugares dos 12 estádios de 2014 chega a 3.720.225, mas a Fifa trabalha com 3.334.524 como número de assentos disponíveis para o Mundial. Destes, 2.989.608 serão colocados à venda para os torcedores (80,4% da capacidade total).  No máximo, quatro entradas por partida (para até sete jogos) poderão ser comprados por cada torcedor.
Fonte: Globo Esporte
  
Share

Poste um comentário: